Prevenir o Câncer – A Importância de se Fazer Exercícios

Atualmente, o câncer é uma das doenças mais temidas ao redor do mundo, pois trata-se de algo altamente letal. Partindo do princípio de que a prevenção é sempre o melhor remédio, portanto, a pergunta que muitos se fazem é: tem como prevenir o câncer?

Trata-se de uma questão complexa cuja resposta deve considerar uma série de ideias e pesquisas que já foram realizadas. De modo geral, no entanto, existem muitos motivos para se acreditar que sim, uma prevenção é possível.

Para tanto, é necessária a adoção de alguns hábitos e atitudes consideradas saudáveis. Com o objetivo de ilustrar isso, falamos aqui sobre os exercícios físicos, que vêm se mostrando importante ferramenta para reduzir os riscos de câncer.

Além disso, apresentamos também outras possibilidades que, segundo estudos, podem contribuir nesse sentido. Confira!

Benefícios da atividade física para Prevenir o Câncer

Benefícios da atividade física para Prevenir o Câncer

Não é novidade para ninguém que a prática de atividades físicas é importante para a saúde como um todo. Recentemente, porém, estudiosos passaram a considerar que os exercícios também podem ajudar especificamente a diminuir o risco de câncer.

Isso acontece porque as atividades ajudam a manter equilibrados os níveis hormonais e o peso ideal, melhorando o trânsito intestinal e fortalecendo o sistema imunológico.

O resultado é uma proteção contra obesidade, que é um dos problemas que aumentam as chances de se obter a doença.

Outro dado importante veio de um estudo publicado em 2016 na revista médica estadunidense, JAMA. O levantamento foi a maior análise já realizada, até o momento, sobre a importância das atividades físicas para prevenir o câncer.

Ao todo, cerca de 1,44 milhões de voluntários encarou questionamentos sobre a importância do exercício físico que praticaram durante o último ano.

Metade dos participantes praticava atividade física por 150 minutos ou mais por semana, enquanto a outra metade, praticava por menos tempo ou não praticava.

Depois disso a saúde dos voluntários foi monitorada por um período entre 7 e 28 anos. Os resultados apontaram que o grupo de voluntários que praticavam mais exercícios teve menos casos de pacientes com tumores no fígado, pulmão, esôfago, próstata, mama e cólon.

Além disso, observou-se que havia 7% menos risco de desenvolvimento do câncer. O estudo ainda mostrou muitos outros benefícios  além dos citados. A prática de atividades físicas também ajuda regular a insulina no sangue e controlar fatores pró-inflamatórios.

Qual atividade física é mais eficiente para prevenir o câncer?

Entendendo que os exercícios ajudam a evitar a doença, muita gente se pergunta sobre quais seriam as melhores atividades para se praticar. Nesse caso, a resposta pode sofrer uma variação de acordo com o sexo, idade e limitações ortopédicas e físicas de cada indivíduo.

De modo geral, porém, o que sabemos é que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a prática de pelo menos 150 minutos de atividades físicas por semana.

Os exercícios devem ser de intensidade moderada. E sempre combinados a atividades de fortalecimento muscular localizado, de duas a três vezes na semana.

As possibilidades vão desde caminhar até ir ao trabalho de bicicleta. Além disso, até mesmo subir andares de escada em vez de elevador pode ser considerado uma atividade física desde que haja um padrão e recorrência.

Dicas de exercícios

Outra forma de incluir exercícios na rotina é descer do ônibus dois pontos antes do pretendido e continuar o trajeto caminhando.

Para que a atividade física não seja algo desagradável e forçado, no entanto, o ideal é escolher algo que traga prazer. Isso inclui dançar, pedalar, nadar, jogar futebol, dentre outras atividades. A ideia é escolher uma que seja motivadora, assim diminui-se o risco de desistência.

Isso porque, de modo geral, quanto mais ativo estiver o corpo, melhor será para prevenir o câncer.

Vale citar aqui também, que quem já sofre com a doença ainda pode se beneficiar das atividades físicas. Uma vez que o tratamento da doença é muito forte e pode deixar o paciente debilitado.

É importante, porém, pedir indicação do médico sobre o tipo de atividade física que pode fazer junto do tratamento. Acredita-se que a escolha de uma boa rotina de exercícios pode ajudar reduzir as chances de reincidência do tumor.

Agora, é claro que também existem diversas outras maneiras de contribuir com a redução no risco de câncer. Nos próximos tópicos, portanto, nos concentramos em apresentar algumas delas.

Fuja do tabaco

Aqui temos outra das melhores formas de prevenir o câncer de pulmão, esôfago, faringe, laringe e cavidade oral: evitar o tabaco. Isso porque ao fumar um cigarro, a pessoa inala quase cinco mil substâncias tóxicas. Isso ocorre tanto ao fumante, quanto a quem convive com ele.

Alimentação correta

alimentação para prevenir o câncer

Para prevenir o câncer, também é importante ter uma dieta balanceada. Isso inclui uma alimentação variada com frutas, legumes, cereais e verduras. Muitos estudos já apontaram que o consumo de alimentos não processados e embutidos, pode reduzir o risco da doença.

Amamentação

A amamentação, além de ser muito importante para o bebê até os seis meses de vida, também ajuda a mãe a prevenir o câncer de mama. Mas o câncer de mama não é o único comum nas mulheres. Também é importante fazer o preventivo anualmente para ver a situação do útero.

Evite consumo de bebidas alcoólicas

Não existe uma quantidade ideal de consumo de bebida alcoólica, pois qualquer quantidade pode contribuir no desenvolvimento de um câncer. Uma dica válida, porém, é evitar a combinação de bebida alcoólica com tabaco, pois isso seguramente aumenta os riscos da doença.

Evite exposição excessiva ao sol

A exposição aos raios solares também pode aumentar os riscos do câncer, nesse caso, principalmente o de pele. Por isso mesmo, o melhor é evitar a exposição solar entre as 10h e 16h. Além disso sempre protetor solar no corpo, rosto e lábios.

Se não for possível evitar a exposição solar, é importante usar chapéu, camisa de manga comprida, calça e o protetor solar.

Vacine-se contra o HPV

A campanha de vacina contra o HPV atualmente é direcionada a com idade entre 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. A vacinação complementada do exame preventivo anualmente, ajuda a prevenir o câncer do colo do útero.

Lembrando que apenas mulheres sexualmente ativas deve se submeter ao exame preventivo. Uma vez que é muito invasivo e não indicado a virgens.

Espero que tenha gostado desse artigo. Um abraço, João Vasconcelos.

Aprenda a viver com saúde!

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber grátis as atualizações do blog! E também temos um presente para você, um e-Book totalmente grátis! Estará disponível logo após a sua assinatura em nosso Blog!>

E não deixe de conhecer o programa Detox Personalizado!

detox personalizado

Veja também esse artigo!

4 Alimentos Que Aceleram o Envelhecimento (Cuidado!)

101

Prevenir o Câncer – A Importância de se Fazer Exercícios
Classifique esse artigo

Veja também