Máquina de Leite Vegetal – Tudo que Você Precisa Saber!

Máquina de Leite Vegetal – Tudo que Você Precisa Saber!
4.7 (93.33%) 3 vote[s]

Você sabia que é possível fabricar seu próprio leite vegetal em casa e com um custo baixo? A máquina de leite vegetal surgiu há alguns anos com o intuito de facilitar a vida de quem não pode ou não quer consumir o leite de vaca.

A maioria das pessoas consome leite de vaca, que possui um custo baixo e é facilmente encontrado. Entretanto, alguns indivíduos não podem consumi-lo por serem intolerantes a lactose. Há também quem opte por não ingerir qualquer alimento que tenha origem animal.

É dessa forma que a cada dia que passa o consumo de leite vegetal tem aumentado mais e mais. No mercado existe uma boa variedade desse tipo de alimento. Com exceção do leite de soja, as demais opções possuem um valor mais elevado o que faz com que poucas pessoas as consumam.

Mas há uma opção mais econômica, rápida e saudável para obter este alimento: a máquina de leite vegetal. Seu funcionamento é muito simples e não necessita da adição de certas substâncias como acontece na indústria.

Há diferença entre máquina de leite de soja e máquina de leite vegetal?

máquina de leite vegetal modelos

 

O leite vegetal encontrado nos supermercados possui um custo elevado o que faz com que muitas pessoas optem pelo leite de vaca. Uma opção para reduzir o valor e ainda ter o produto mais rapidamente é adquirindo uma máquina de leite de soja. Mas há alguma diferença entre essa máquina e a de leite vegetal?

Apesar dos nomes serem diferentes elas se tratam da mesma máquina. Afinal, ambas são capazes de extrair o leite de outros grãos além dos de soja. Ou seja, arroz, aveia e frutos secos como a castanha e avelã, por exemplo, podem ter seu leite extraído por essa máquina.

Na indústria são utilizadas as máquinas de sumos com capacidade para retirar vários litros de leite. O funcionamento dos aparelhos voltados para uso doméstico é muito parecido com as da indústria. Entretanto, sua capacidade é muito menor, mas elas são capazes de moer e filtrar o resíduo.

Além disso, geralmente elas contam com, no mínimo, dois programas diferentes sendo que os mais comuns são:

  • Programa que retira o leite do arroz e da soja – Este é um processo mais complexo já que é preciso alternar entre a cozedura e a moagem. Por esse motivo o tempo de processamento varia entre 12 e 25 minutos. Tudo depende da máquina;
  • Programa para retirada do leite de avelã, amêndoa e demais frutos secos – Este processo é mais simples, pois não é preciso ter o processo de cozedura. É por essa razão que o tempo de duração desta programação varia entre 2 e 6 minutos de acordo com a máquina.

Quando e onde a máquina surgiu?

Ter leite vegetal em casa sempre que quiser e sem precisar ir ao supermercado é possível com a máquina de leite de soja. Esta é uma invenção que surgiu no fim do século XX no continente asiático. Entretanto, elas se tornaram populares mais rapidamente no mundo ocidental.

Existem vários modelos com diversas capacidades de produção e por esse motivo é preciso saber escolher a que melhor atende a necessidade de cada um. Os modelos mais comuns produzem entre 1 e 2 litros de leite o que é perfeito para a maioria das pessoas.

Geralmente essas máquinas não são tão pesadas sendo que elas variam entre 2 e 4 kg. Além disso, a maioria dos modelos também pode ser usado com um kit que permite fazer o próprio tofu em casa. Ou seja, elas aliam praticidade e rapidez em um único aparelho.

Como funciona?

Quem não pode consumir o leite de vaca ou optou por deixar de lado os alimentos de origem animal esbarram em um problema: o preço dos seus substitutos. Nos supermercados existe uma boa variedade de leite vegetal, mas alguns possuem um valor muito elevado o que dificulta seu consumo por parte da população.

Além disso, os produtos industrializados não são tão saudáveis como os que são feitos em casa já que certas substâncias são adicionadas. O extrator de leite vegetal é uma ótima opção para quem não quer consumir os que são oferecidos no mercado.

Mas, afinal, o que é esta máquina? Ela é similar a um processador ou liquidificador, entretanto, seu funcionamento é um pouco diferente. Além de triturar os grãos ela aquece e controla o tempo para que o leite seja extraído.

Os grãos não precisam passar por nenhum tipo de procedimento antes de serem colocados na máquina. Basta escolher qual grão deseja tomar o leite se é de arroz, gergelim, soja, castanha, amendoim ou qualquer outro.

Somente é preciso colocar os grãos crus na parte destinada a isso e apertar o botão. Todo o trabalho é feito pelo extrator de leite sem que seja feita qualquer bagunça. Quando o processo chega ao fim o trabalho que se tem é peneirar o leite vegetal e o líquido já está pronto para o consumo.

Como consumir o leite vegetal e a massa?

Máquina de leite vegetal

O leite vegetal é um alimento muito conhecido e consumido por quem opta por uma alimentação saudável. Ele é rico em nutrientes e é uma ótima opção para quem não pode consumir o leite comum e quem opta pelo consumo do leite vegetal.

O extrator de leite vegetal ajuda a produzir este líquido de forma mais saudável e no conforto de casa. Assim não é feita a adição de outros ingredientes para que o alimento dure mais tempo como acontece na indústria. Ao fim do processo além de ter o leite também sobra a massa dos grãos. Mas quais as melhores formas de aproveitá-los?

O leite tanto pode ser consumido in natura quanto pode ser utilizado no preparo de outros alimentos. Uma ótima opção de consumo do leite de soja é fazendo o queijo de soja que também é conhecido como tofu. Outra opção é fazer o iogurte e se deliciar com esse alimento rico em nutrientes.

Mas o que fazer com a massa que resta ao fim do processo na máquina de leite vegetal? Ela pode ser incorporada no preparo de diversos alimentos como bolos, pães, croquetes, sopas, biscoitos, mingaus, pudins entre outras opções. Ou seja, versatilidade na alimentação é o que não falta.

Usufrua dos benefícios do leite vegetal!

A máquina de leite vegetal é a opção perfeita para quem deseja aliar rapidez, praticidade e ótimo custo benefício. Quer saber um pouco mais sobre alimentação saudável? Veja em nossa página todos os conteúdos que possuímos e compartilhe os que mais gostar!

Um abraço e até o próximo artigo! João Vasconcelos.

50 receitas para emagrecer de vez de Rodrigo Polesso

4 Alimentos Que Aceleram o Envelhecimento (Cuidado!)

101

Descubra Como Cultivar Plantas de Forma Orgânica e Diversificar Sua Alimentação Com Produtos Saudáveis Sem Agrotóxicos

O melhor e mais completo treinamento online do Brasil para aprender a cultivar, domesticar e se beneficiar de Hortaliças orgânicas, Plantas Medicinais e Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC), mesmo em pequenos espaços urbanos.

Plantando Saúde é um treinamento para se praticar Horticultura com um foco em promover saúde e qualidade de vida, cultivando vegetais orgânicos e praticando Paisagismo Produtivo em pequenos espaços.

o curso Plantando Saúde

Trabalharemos os fundamentos científicos da Agroecologia de forma simplificada e objetiva, demonstrando técnicas que você pode replicar na sua própria casa. As videoaulas acompanham artigos científicos e materiais de apoio.

O curso é inteiramente online através de videoaulas e matérias digitais, você pode acompanha-lo no seu desktop, tablet ou smartphone.

Nenhum item físico será enviado para o seu endereço.

fruta do milagre

  • Solos e Formação de Matéria Orgânica
  • Fundamentos em Botânica
  • Fisiologia e nutrição vegetal
  • Princípios de Cultivo Ecológico
  • Introdução ao Projeto Paisagístico
  • Preparo e Manutenção de Jardins Criativos
  • Receitas e usos de plantas
  • Identificação e Cultivo de PANC

o professor Camilo Pedrollo

Camilo Pedrollo
Sou biólogo, empreendedor com mestrado em Botânica no INPA em Manaus. Tenho experiência na área socioambiental tendo ministrado diversos cursos e treinamentos presenciais.“Minha missão é contribuir para preservar o meio ambiente, propagando práticas e conhecimentos que tragam melhorias na saúde e qualidade de vida das pessoas