Vida mais saudável – 5 dicas detox

O uso  de  sucos  detox  é  uma  forma saudável de  perder peso  a  longo prazo, e  ter  uma vida  mais  saudável. A maioria das  receitas incluem frutas e vegetais que  ajudam os  órgãos  do  corpo.

Beba ao menos 2 litros de água por dia.

  1. Mude seus hábitos alimentares, sempre dando preferência a alimentos não industrializados.
  2. Use casca de frutas, pois é lá que estão a maioria das vitaminas.
  3. Elimine o açúcar!
  4. Use melancia, meia banana ou beterraba para adoçar.
  5. Já ouviu falar na fruta do milagre?

Fruta do milagre

Para ter uma vida mais saudável devemos nos preocupar com a saúde

A cada ano que se passa aparecem novas fórmulas para se perder peso, dietas milagrosas e promessas para se conseguir um corpo bonito e saudável!

Será que realmente precisamos buscar por essas fórmulas milagrosas para termos uma vida mais saudável? As promessas são inúmeras… Secar a barriga em 4 semanas sem sair de de casa, perder peso sem fazer exercícios e outras coisas absurdas! Vocês verão que simples atitudes podem mudar o seu futuro! Mas nada cai do céu e é necessário empenho e dedicação de nossa parte.

Esse Blog nasceu de um desejo pessoal, que ao longo dos últimos anos foi ficando cada vez mais forte.

Quando olho para algumas pessoas mais velhas, e vejo o desconforto que é ficar tomando um coquetel de remédios para hipertensão, para insuficiências dos mais diversos tipos, vitaminas de todos os “sabores” e precisando de um acompanhamento médico frequente, e penso em todos aqueles anos que essas pessoas trabalharam, o esforço que foi para dar algum tipo de educação e conforto para suas famílias, a compra da casa própria, a poupança ou plano de previdência que fizeram… Cada vez mais penso no meu futuro! O que fazer para ter uma vida mais saudável?

Essas pessoas ao invés de aproveitarem a vida, com viagens, atividades prazerosas, ou simplesmente “curtir a vida”, gastam boa parte da sua poupança ou renda obtida pela aposentadoria ou plano de previdência, com remédios, médicos e hospitais!

É isso que você quer para a segunda e melhor parte de sua vida?

Pois bem, que tal primeiramente traçarmos alguns objetivos?

  1. Não gastar as economias com remédios!
  2. Ficar longe dos hospitais o máximo possível!
  3. Procurar médicos somente para avaliações de rotina e para certificar-se que a saúde está em ordem!

Vou passar aqui algumas dicas baseadas no que tenho feito para atingir esses objetivos e ter uma vida mais saudável. E vejam que os resultados são fantásticos!

Primeiramente precisamos saber como está o nosso mais precioso bem, nosso corpo! Com orientação de um clínico geral, fiz alguns exames de sangue bem simples. Triglicérides, Colesterol Total (HDL, não HDL, LDL, VLDL) e Glicose. E como complemento um exame de bioimpedância.

No final das contas descobri que a idade do meu corpo era de 57 anos! E eu tinha 49… Se vocês acham isso ruim, tenho colegas que a diferença estava em 30 anos! Esse foi o primeiro choque. Isso foi em janeiro de 2017. Eu achava que levava uma vida saudável, que tinha uma alimentação saudável, eu praticava exercícios físicos 2 vezes por semana, mas sem regras e sigo uma dieta vegetariana há 5 anos. Mas isso só não bastava. Esses foram os meus números:

vida mais saudável
índices de maio de 2017

Aqui o que significa cada um desses termos:

Triglicérides – Exame de sangue que mede os níveis de triglicérides (triglicerídeos), forma química pela qual a gordura orgânica (lipídios) é armazenada no organismo. Serve para avaliar o metabolismo das gorduras no organismo e também fatores de risco para doenças cardiovasculares.

Colesterol Total – Exame de sangue que mede as taxas de colesterol e de suas frações – HDL (o “colesterol bom”), LDL (o “colesterol ruim”) e triglicerídeos – na corrente sanguínea. Produzida pelo fígado, essa substância está envolvida em diversos processos vitais do organismo e seu excesso no sangue está relacionado a um maior risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. A avaliação dos níveis do colesterol permite ao médico detectar o risco aumentado de doenças cardiovasculares e adotar medidas para reduzir as taxas dessa substância no sangue. Isso pode ser feito com mudanças nos hábitos (alimentação pobre em gorduras e atividade física) ou com medicações específicas, como as estatinas.

Colesterol Não HDL – Colesterol não-HDL é a soma de todos os tipos de colesterol considerados ruins: IDL+LDL+VLDL. Supõe-se que o colesterol não-HDL seja um marcador mais sensível de risco de aterosclerose do que o LDL isoladamente.

Colesterol VLDL – O VLDL é considerado um colesterol mau, assim como o LDL, porque os seus valores elevados no sangue levam ao acúmulo de gordura nas artérias e formação de placas de aterosclerose, aumentando o risco de doenças do coração. O colesterol VLDL é produzido no fígado e a tem como função transportar os triglicerídeos pela corrente sanguínea, que são moléculas de gordura para produzir energia nas células. Assim, valores elevados desse colesterol são devidos ao excesso de gordura e carboidratos na alimentação, além do excesso de peso e da falta de atividade física.

Glicose – O exame da glicose, popularmente conhecido como o teste da glicose, consiste na retirada de sangue, em jejum, para avaliar a quantidade de açúcar no sangue e diagnosticar a diabetes. Para indivíduos já diabéticos, este exame serve para verificar os valores de glicemia no sangue e ajustar o tratamento que pode ser feito com remédios antidiabéticos ou insulina.

Bioimpedância – A Bioimpedância é um método simples, não invasivo, indolor, livre de radiação, rápido, seguro e capaz de estimar clinicamente a composição corporal. A Bioimpedância mede a composição corporal enviando um sinal seguro de baixa amplitude e alta frequência por todo o corpo. Este sinal circula livremente entre o líquido do tecido muscular mas depara-se com a resistência do tecido adiposo (gordura). Esta resistência permite a medição do percentual de gordura e massa magra e os resultados diferenciam em função do sexo, altura e peso da pessoa, calculando de maneira personalizada a composição corporal.

O exame de Bioimpedância

A avaliação da composição corporal feita pelo exame, fornece informações complexas e importantes para definir os objetivos e planejar uma dieta. O exame analisa os seguintes parâmetros:

  • Peso corpóreo
  • Gordura corporal
  • Porcentagem de água
  • Porcentagem de músculos
  • Peso dos ossos
  • Índice de massa corporal (IMC)
  • Taxa metabólica basal (BMR)

O que fiz para melhorar os números ?

Foi muito simples, primeiramente cortei o açúcar de vez! Sucos somente naturais e muita água durante o dia. Aquele biscoitinho com café a tarde, foi trocado por uma fruta (maçã, banana, tangerina). Na hora das refeições, somente 1 copo d´água e muita salada. Criei uma rotina para os exercícios físicos, intercalando com treinos HIIT (15 minutos) e corrida (30 a 45 minutos), respeitando o tempo de recuperação entre as corridas de 48 horas.

Adquiri uma balança de bioimpedância para acompanhar os índices diariamente. Isso faz você ver os resultados aparecerem de forma imediata! Para quem quer ver os resultados de forma rápida, como eu, é um dos melhores incentivos!

Outra troca que fiz, foi o tradicional pãozinho com manteiga pela manhã, pelo pão integral com azeite. E sempre tirar o miolo do pão se possível. A noite evitar a todo custo refeições pesadas. Dar preferência a frutas e saladas.

Após 3 meses, e vejam os resultados:

vida mais saudável
índices de agosto de 2017

Conclusão

Atitudes simples podem nos garantir um futuro mais justo, saudável e com uma qualidade de vida que nos propicie viver sem remédios, sem médicos e hospitais!

Veja também esse artigo!

4 Alimentos Que Aceleram o Envelhecimento (Cuidado!)

101

(Visited 274 times, 10 visits today)